Sketchbook

O que eu mais gosto em esboços é que, por alguma razão, não é raro que eles sejam mais interessantes e até mais bem resolvidos que desenhos finalizados.  Muitas vezes, já fiz esboços que me pareceram mais expressivos, talvez por causa da espontaneidade.  Por outro lado, já fiz desenhos mais acabados com os quais não fiquei satisfeito por me parecerem “travados,”‘. Rabiscar quando se tenta fugir de uma reunião tediosa ou enquanto aguarda atendimento no telefone  pode produzir resultados mais interessantes do que desenhar sob pressão.

Por isso, que considero o John Buscema um dos melhores desenhistas de todos os tempos. Profissionalmente, ele cumpria prazos, desenhava qualquer coisa que os editores pedissem ou os roteiristas imaginassem. Artisticamente, seu desenho demonstrava o domínio que ele tinha em termos de conhecimento técnico, mas sem jamais perder a expressividade, a espontaneidade. Os desenhos de John Buscema são cheios de vida e ele conseguia isso com poucos traços.

Eis um esboço que rabisquei durante uma aula na faculdade, no agora longínquo ano de 1997. Esse esboço já foi publicado  anos atrás no site Gibindex e no meu antigo flog.

moca_e_rapaz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s