Exemplo de didatismo em história em quadrinhos do gênero policial

Não é novidade que as histórias em quadrinhos possuam um grande potencial didático. No entanto, assim como ocorre com filmes, é comum que os melhores exemplos de didatismo sejam muitas vezes mais encontrados em obras que foram produzidas com fins de mero entretenimento do que em obras produzidas com fins didáticos.

Um bom exemplo disso pode ser encontrado em uma das edições de J. Kendall – Aventuras de uma criminóloga, série de histórias em quadrinhos italiana cuja protagonista é uma professora de criminologia, Julia Kendall, desenhada à imagem e semelhança da atriz Audrey Hepburn. Para escrever essa série, o roteirista italiano Giancarlo Berardi, chegou a assistir como ouvinte aulas de criminologia em uma faculdade, o que ajudou a tornar as tramas mais verossímeis e cientificamente corretas no que se refere às investigações de crimes.

Na edição de número 94, publicado pela Mythos Editora, em setembro de 2012, em um trecho da história intitulada “Folhas de outono”, escrita por Berardi em parceria com Maurizio Mantero e desenhada por Laura Zuccheri,  a protagonista explica aos seus alunos da faculdade as razões de sua resistência ao uso de telefones celulares.

O diálogo trata das vantagens das tecnologias digitais de informação e comunicação,mas também das desvantagens, no que se refere à privacidade. Quando, em 2013, fui tutor de uma das turmas do curso semi-presencial  “Introdução à Educação Digital” oferecido a professores da rede estadual de ensino cheguei a compartilhar esse trecho com os cursistas em uma lista de discussão. Julguei o trecho apropriado,pois o curso convidava os professores a refletirem criticamente sobre as tecnologias digitais de informação e comunicação. O curso foi oferecido pela Diretoria de Ensino de Mauá e os encontros presenciais foram realizados nas salas de informática e videoconferência do ambiente local da Rede do Saber.

O trecho pode ser lido no link a seguir:

Julia_detetive_celulares_privacidade

Maiores informações sobre a publicação de onde foi retirada o trecho podem ser encontradas no “Guia dos Quadrinhos”:

http://www.guiadosquadrinhos.com/edicao/j-kendall-aventuras-de-uma-criminologa-n-94/ju06201/100241

julia_detetive

Anúncios

2 comentários sobre “Exemplo de didatismo em história em quadrinhos do gênero policial

  1. Tulio
    Boa Noite

    Fiquei fascinado pelos artigos encontrados no seu site! Parabéns!
    Eu também acho que devemos utilizar os quadrinhos como ferramentas instrucional.
    Mas, deixe-me apresentar: Sou profissional de TI e artista plástico, que ama artes e, em especial, o desenho de humor. Escrevi alguns livros o meu último, intitula-se :”O uso do cartum na educação”.

    Tenho o sonho de fazer uma portal direcionado a atividades didáticas, todas utilizando o desenho de humor como ferramenta principal, porém estou em busca de patrocinadores.

    Se quiser conhecer melhor minha proposta visite os links abaixo:

    http://www.kickante.com.br/campanhas/projeto-tracos-de-humor-0
    http://www.franciscomachado.info

    Um abraço

    Francisco Machado

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s